Últimas Novidades

23/05/2015 01:41:07
Florianópolis leva sua gastronomia para o mundo
Arte culinária de Florianópolis será apresentada ao mundo em Kanazawa
Fonte da imagem: Petra Mafalda/PMF

Para empresários um desafio; para os consumidores a certeza de qualidade. Este será o cenário na Capital nos próximos anos por se tornar Cidade Unesco da Gastronomia e a primeira do país a integrar a Rede Mundial de Cidades Criativas, nesta categoria. Florianópolis será apresentada à rede na próxima semana em Kanazawa, no Japão.

Da Capital, embarcam para o encontro, nesta sexta-feira (22), representantes do setor e da Prefeitura. Na bagagem, levam o desafio de apresentar Florianópolis em um único momento, onde terão quatro minutos para demonstrar qual será o impacto dessa certificação na cidade.

Mas há ainda uma missão mais difícil para a equipe: convencer a rede da Unesco, que conta com 69 cidades de todas as regiões do mundo, por que Florianópolis merece ser a sede do encontro em 2017.

“No ano que vem será na Suécia e para 2017 a cidade ainda não foi escolhida; queremos que seja a nossa. Serão mais de cem prefeitos de todo o mundo participando do encontro e trocando experiências e cooperação técnica, imagina o impacto positivo disso para nossa Capital”, disse Eduardo Barroso, diretor da FloripAmanhã, envolvido no projeto desde 2010.

Para o prefeito Cesar Souza Junior, agora é o momento de melhorar a qualidade e visibilidade do setor. “Quando uma cidade é considerada como criativa pela instituição de maior reconhecimento que é a Unesco, isso traz imediatamente o incremento da autoestima, uma maior visibilidade como destino qualificado e, principalmente, maiores compromissos locais. Agora, a expectativa é aprimorar a qualidade de vida para cumprir seu destino como cidade”, afirmou.

No Japão

O evento acontece de 25 a 28 de maio, na cidade de Kanazawa, no Japão, e servirá para a apresentação das 28 novas cidades que foram incorporadas à Rede Mundial em novembro de 2014, entre elas as brasileiras Florianópolis, na Gastronomia, e Curitiba, na categoria Design, totalizando 69 cidades de 32 países.

Todos os representantes destas cidades serão desafiados a provar por que a sua é digna da certificação em sua categoria e o que irá ser feito nos próximos anos para melhorar ainda mais o setor da qual ela recebeu destaque.

A comitiva da Capital está levando fôlderes com a descrição do programa de ações e apresentação da cidade.

A certificação

Durante cinco anos, uma equipe do FloripaAmanhã e parceiros da cidade trabalharam para atender a todos os requisitos da Unesco e conseguir a inclusão da Capital na Rede de Cidades Criativas. Tiveram de levantar, entre tantos aspectos, qual a oferta, a demanda, os diferenciais de Florianópolis na área da gastronomia e as pesquisas científicas realizadas neste âmbito, além de provar que há um crescimento contínuo no setor.

“São inúmeros os requisitos, mas conseguimos atingir a todos. A certificação traz muita responsabilidade ao setor, que precisará investir ainda mais em estudos e capacitação, e traz aos consumidores da gastronomia na Capital a certeza de qualidade, além, é claro, de revelar Florianópolis ao mundo todo”, afirmou Barroso.

A joia da culinária da Capital, que será reconhecida mundialmente, é a ostra. E não é por acaso: a cidade é responsável por 80% da produção nacional de ostras em cativeiro.

“Esta certificação é uma quebra de barreiras, uma maneira de projetar Florianópolis para o mundo, não somente na gastronomia, mas em todos os setores. Imagina se o evento de 2017 vem para cá, quantos serão beneficiados”, salientou a secretária de Turismo da Capital, Zena Becker.

Prato tradicional e renovado

Ainda na onda da certificação, 15 chefes renomados estão preparando o que seriam os pratos tradicional e renovado que têm a cara de Florianópolis. Os chefes já escolheram, mas uma pesquisa no site do FloripAmanhã pretende comparar este resultado à opinião da população.

O resultado será conhecido no dia 30 de junho, em um evento gastronômico. Para participar da pesquisa, basta clicar NESTE LINK

O que esperar da certificação

Veja algumas mudanças que podem ocorrer na área com o título de Cidade Criativa no segmento da gastronomia: 

  • incremento da autoestima aos empresários do setor;
  • maior visibilidade mundial como destino qualificado na área;
  • oferta gratuita de capacitação;
  • estímulo de pesquisas científicas voltadas para gastronomia;
  • maior exigência no atendimento e na qualidade dos serviços prestados;
  • aumento no número de feiras gastronômicas e eventos de capacitação e estudo na área;
  • desenvolvimento do observatório da gastronomia – uma plataforma de dados e informações sobre oferta e demanda, pesquisa e desenvolvimento, promoção, cooperação, prospecções e análise de oportunidades.

 
Cidades da Gastronomia

-Florianópolis
-Shunde e ChengDu (China)
-Tsuruoka (Japão)
-Popayán (Colômbia)
-Zahlé (Libano)
-Jeonju (Coréia do Sul)
-Östersund (Suécia)

Fonte do texto: PMF

Autor: SEC - Comunicação
Clima
Ondas

Bela Floripa © 2013 - Todos os direitos reservados