Últimas Novidades

15/05/2015 00:24:54
Carnaval da Grande Florianópolis dá mais um passo para a profissionalização
Sebrae e Liga das Escolas de Samba (Liesf) irão capacitar fornecedores e gestores das escolas
Fonte da imagem: Diorgenes Pandini / Agência RBS
Liga das Escolas de Samba da Grande Florianópolis (Liesf) e o Sebrae de Santa Catarina apresentaram na manhã desta quinta-feira o projeto que irá capacitar os fornecedores das escolas de samba e dar consultoria empresarial para a gestão das escolas de samba, com o objetivo de profissionalizar ainda mais o carnaval da região. Após uma análise inicial do Sebrae com os trabalhadores, serão desenvolvidos cursos, workshops, e outros eventos adequados para o público-alvo.

O presidente da Liesf, Joes da Costa Junior, destaca a importância da parceria para a consolidação do carnaval como negócio:

— Desde que assumimos a gestão da Liga, em maio de 2014, este foi nosso objetivo, focar em fazer o carnaval o ano todo, com um olhar empresarial e comercial. O Sebrae acreditou no nosso trabalho, e está oferecendo a experiência no assunto — falou. 

O coordenador do projeto no Sebrae, Alan Claumann, explica que toda a cadeia de serviços vai ser beneficiada, com os fornecedores saindo da informalidade e as escolas fortalecendo a gestão financeira e empresarial. 

— Dos 160 prestadores de serviços inicialmente mapeados, cerca de 70% são informais. Queremos apresentar todas as vantagens de ser um microempreendedor individual (MEI), que garante os benefícios da previdência social além de poder emitir nota fiscal e prestar serviços para empresas públicas e privadas. 

Escolas e comunidades aprovaram a iniciativa 

A costureira aposentada Ivone Izabel Brasil Sodré, 63 anos, já trabalhou muito para as escolas de samba, e aprovou a parceria: 

— Na época que eu costurava muitas vezes precisava montar equipe, e era tudo na informalidade, às vezes era na base da confiança para receber, ou uma nota simples. Acabava o carnaval e acabava o emprego. Realmente era necessário deixar as coisas mais profissionais — disse.

O presidente da União da Ilha da Magia Walmir de Braz de Souza (Nena), esteve presente no evento e gostou da novidade:

— É mais um passo importante, espero que este apoio chegue efetivamente dentro das escolas. Precisamos ser organizados, pois temos sedes e compromissos financeiros o ano todo, principalmente com fornecedores — destacou.

O projeto Turismo e Negócios - Carnaval Grande Florianópolis terá duração de dois anos, e já deve impactar no Carnaval 2016.
Fonte do texto: ClicRBS

Autor: Hora SC - Gabriela Wolff
Clima
Ondas

Bela Floripa © 2013 - Todos os direitos reservados