Últimas Novidades

06/03/2015 22:43:38
'A melhor cidade para criar os filhos': saiba por quê
Saúde e educação são os destaques de Florianópolis em pesquisa divulgada pela revista Exame
Fonte da imagem: Petra Mafalda/PMF

Quem tem crianças e mora em Florianópolis pode usufruir de uma qualidade a mais, de acordo com resultado de pesquisa da Delta Economics & Finance, divulgada pela Revista Exame. Segundo a consultoria, a Capital é a melhor cidade do país para criar os filhos. Indicadores de saúde e de educação são o destaque entre os critérios que levaram ao resultado. 

A Capital tem quase meio milhão de habitantes e o terceiro melhor Índice de Desenvolvimento Humano (IDHM) do Brasil, indicador de renda, longevidade, saúde e educação.  Na pesquisa publicada pela Exame, 48 critérios foram utilizados para medir as condições que cada cidade oferece para o desenvolvimento de uma criança ou adolescente. 

Saúde

Em Florianópolis, além dos 100% de cobertura populacional da Estratégia de Saúde da Família, conquistados neste mês, uma série de fatores leva aos bons resultados na área da saúde. O Ministério da Saúde reconheceu o município como melhor capital do país em atenção básica. “Temos um compromisso de trabalhar com obstinação, qualidade e respeito às pessoas. Esse é um desafio constante a ser perseguido”, disse o secretário de Saúde, Daniel Moutinho Junior.

No ano passado, as unidades de saúde de Florianópolis fizeram quase 1,5 milhão de atendimentos à população em seus 49 centros de saúde, quatro policlínicas e duas Unidades de Pronto-Atendimento 24 Horas. Nos últimos dois anos, a soma geral das filas, entre exames e consultas de média e alta complexidade, caiu 40%.        

Especificamente no caso das crianças, foco da pesquisa, a Secretaria de Saúde tem o programa Capital Criança, voltado à proteção, promoção e recuperação da saúde da criança de zero a dez anos. Nos centros de saúde, a atuação prevê acolhimento, vigilância nutricional e imunização, entre outras ações. Há também o monitoramento de recém-nascidos em situação de risco e acompanhamento às mães nas maternidades, além do trabalho de incentivo ao aleitamento materno, entre outros. 

Educação

Não faltam reconhecimentos nacionais também na área da educação. O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) coloca Florianópolis em 1º lugar entre as capitais nos anos iniciais e em quarto lugar nos anos finais. Além disso, 83% dos profissionais da área têm pós-graduação, sendo 1,5 mil com especialização, 203 com mestrado e 16 com doutorado.

“Essa pesquisa é resultado direto de nossos investimentos. Temos crescido, nos últimos anos, nas avaliações feitas nacionalmente no setor educacional. Além de ser uma cidade naturalmente linda, Florianópolis oferece condições e oportunidades para as crianças se desenvolverem”, observou o secretário de Educação, Rodolfo Pinto da Luz.

A educação inclusiva é referência nacional, conquistando o 1º lugar na terceira edição do prêmio Experiências Educacionais Inclusivas. A Prefeitura de Florianópolis investe na educação 30% de seu orçamento – índice maior do que o estabelecido pela legislação. 

“A cidade tem recebido premiações e meu desejo é que continuemos sendo referência nacional e internacional na qualidade dos serviços públicos”, afirmou o prefeito Cesar Souza Junior.

Fonte do texto: PMF

Autor: SEC - Na Mídia
Clima
Ondas

Bela Floripa © 2013 - Todos os direitos reservados