Últimas Novidades

29/12/2013 21:22:17
Olho vivo com os produtos vendidos nas praias
Com a chegada dos turistas, a venda de alimentos na praia cresce proporcionalmente
Fonte da imagem: Arquivo

O verão chegou e durante a alta temporada a população de Florianópolis, especialmente na Ilha de Santa Catarina, se multiplica. 

A fiscalização da Vigilância Sanitária e Ambiental é feita por 60 fiscais que realizam ações frequentes para verificar o cumprimento das normas pelos vendedores ambulantes nas areias. Ao todo são 651 ambulantes credenciados pela Secretaria Executiva de Serviços Públicos (SESP) para venda de alimentos distribuídos em 23 das 42 praias da ilha.

São elas: Armação, Açores, Barra da Lagoa, Brava, Cachoeira do Bom Jesus, Campeche, Canasvieiras, Daniela, Praia do Forte, Ingleses, Joaquina, Jurerê Tradicional, Jurerê Internacional, Lagoa da Conceição, Lagoinha, Matadeiro, Moçambique, Morro das Pedras, Pântano do Sul, Ponta das Canas, Santinho, Sambaqui e Tapera.

 “O consumidor deve verificar se o alimento oferecido tem sua venda permitida. Os ambulantes credenciados usam uma camiseta padrão e possuem uma permissão que deve ser apresentada quando o consumidor ficar em dúvida. Só os profissionais autorizados possuem orientação sobre a melhor forma de manipular e conservar os alimentos”, alerta o gerente da Vigilância Sanitária, Artur Jorge Amorim Filho.

Artur informa também que muitos alimentos não estão na lista como permitidos por serem perecíveis, por isso precisam de algum tipo de conservação que não pode ser oferecida na praia.  “É um grande risco consumir os alimentos que estão fora da lista da Vigilância. Geralmente o número de casos de problemas gastrointestinais aumenta relativamente”, enfoca.

É importante também verificar se os alimentos com produtos derivados de animais (carne bovina, de frango, queijo, presunto, leite, iogurte, ovos e outros) estão conservados em refrigeração ou em estufas – desse modo o produto deve estar “quentinho” ou gelado ao ser entregue ao consumidor, e não na temperatura ambiente.

Tendas ou carrinhos

Se no local há manipulação de alimentos não embalados (coquetéis, milho, água de coco, caldo de cana, salgados, choripán e outros), é preciso verificar se há meios para higienização das mãos do vendedor, como pia com água corrente ou álcool gel 70%. 

O gerente ressalta: “É importante também observar se o manipulador está realizando essa higienização a cada manipulação, se está utilizando uniforme de cor clara e limpo, se tem os cabelos protegidos e mãos limpas, com unhas curtas e sem machucados”, explica Artur.

Uma observação importante é verificar que o gelo colocado dentro das bebidas deve ser de água potável, e não pode ser o mesmo utilizado para gelar as embalagens.

Só as praias de alto número de circulação de pessoas é que possuem vendedores credenciados. Por isso, se você pretende visitar alguns lugares mais calmos, tenha a consciência do que levar e de como transportar e manter seu alimento de forma saudável.

O que levar de casa

Para os que preferem levar o alimento de casa os cuidados são os mesmos dos ambulantes. 

Invista em frutas, alimentos leves e água para hidratação. Caso queira levar sanduíches e outros alimentos que contenham produtos de origem animal, armazene em caixa térmica ou isopor e mantenha bem fechada e na sombra. Evite os alimentos perecíveis como maionese, frutos do mar e ovos. 

Procure um local onde seja possível higienizar as mãos com água e sabonete ou álcool gel antes de realizar as refeições. Ao ir embora, recolha todo o lixo gerado e deposite nas lixeiras disponíveis. Cada um é responsável pelo seu lixo.

O que pode ser vendido na praia

Em carrinhos: Coquetéis, espumante, cerveja, água, refrigerante, sucos de fruta embalados, água de coco, picolé e sorvete. 

Em caixa térmica: sanduíche natural, água embalada, refrigerante e cerveja enlatada e suco embalado. 

Em tendas fixas: milho verde, coco verde, caldo de cana, sucos industrializados, água, refrigerante, cerveja em lata, coquetéis, salgados embalados, grelhados, queijo coalho e choripán.
Fonte do texto: SMS - Saúde

Autor:
Clima
Ondas

Bela Floripa © 2013 - Todos os direitos reservados