Últimas Novidades

01/04/2015 00:44:47
Iphan deve liberar obra do elevado do Rio Tavares
Prefeito esteve em Brasília pedindo que o órgão libere o início dos trabalhos
Fonte da imagem: João Cavallazzi/PMF

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) sinalizou que deve autorizar na semana que vem a Prefeitura de Florianópolis a iniciar a construção do elevado do Rio Tavares, no Sul da Ilha. Confirmado isso, o prefeito Cesar Souza Junior garantiu que as obras começam imediatamente. O Instituto havia determinado a suspensão da obra devido à possível existência de bens arqueológicos na área.

“Nós poderemos iniciar a obra e, em paralelo, fazer a avaliação dos eventuais sítios arqueológicos”, relatou o prefeito, após audiência, nesta terça-feira (31), em Brasília, com a presidente e a diretora do Centro Nacional de Arqueologia do IPHAN, Jurema de Sousa Machado e Rosana Najjar.

A liberação do órgão depende, apenas, da verificação da conformação técnica da proposta encaminhada ao IPHAN pela Prefeitura.

”Venceu o bom senso para poder iniciar essa obra aguardada há tantos anos”, festejou o prefeito. E foi além: “Queremos dar a celeridade que essa obra insubstituível merece. Fazer preservação desse patrimônio (referindo-se a um suposto 'sambaqui', ou cemitério indígena, existente no local), mas sem prejuízo da execução da obra”.

Afinal, segundo lembrou o prefeito, 53 mil automóveis transitam por dia pela região, que se transformou num dos maiores gargalos de trânsito, não só da cidade como do Estado.

Preservação

Ainda de acordo com Cesar Souza Junior, as obras, que têm previsão inicial de serem executadas em 16 meses, serão acompanhadas de perto por um arqueólogo. Para, assim, garantir a intervenção de “salvamento” do suposto sítio arqueológico, caso seja encontrado, e seu encaminhamento para a Universidade Federal de Santa Catarina, para abrigo.

Não fosse por uma notificação do IPHAN, os serviços já teriam sido iniciados em comemoração ao aniversário de Florianópolis, no último dia 23. 

Pelo projeto, o novo elevado da cidade, cujo investimento calculado é da ordem de R$ 7 milhões, terá 220 metros de extensão entre a SC-405 e a rodovia Dr. Antônio Luiz Moura Gonzaga, que liga o Rio Tavares à Lagoa da Conceição. No entorno do elevado, serão construídas ciclovias e calçadas.

Audiência

Da audiência, em Brasília, também participaram o secretário municipal de obras, Rafael Hahne, os vereadores Roberto Katumi Oda e Célio João e os deputados federais Edinho Bez e Cesar Souza.

Fonte do texto: PMF

Autor: SEC - Comunicação
Clima
Ondas

Bela Floripa © 2013 - Todos os direitos reservados