Últimas Novidades

30/04/2015 01:19:24
PMF lança licitação do Floribike nesta quinta
Intenção é a de que o serviço de compartilhamento e aluguel de bicicletas até o mês de novembro
Fonte da imagem: Secom/PMF

A Prefeitura de Florianópolis lança nesta quinta-feira (30/04) o edital de licitação para a concessão do serviço de compartilhamento e aluguel de bicicletas, o Floribike, na modalidade técnica e preço. As empresas interessadas terão prazo de até 45 dias para apresentar suas propostas. Já a intenção da administração municipal é a de que o serviço comece a ser oferecido à população até o mês de novembro, ou seja, antes ainda do início da alta temporada.

“A iniciativa é realmente um sucesso do que hoje se chama de solução sustentável. É o serviço de transporte com a menor emissão de carbono”, disse a autora do projeto, a arquiteta Vera Lúcia Gonçalves da Silva, do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (IPUF). Afinal, medida semelhante vem sendo executada com êxito em Veneza e Roma, na Itália; em Barcelona e Girona, na Espanha, e no Rio de Janeiro e em São Paulo, por exemplo.

O edital a ser lançado leva em conta as necessidades de implantação da primeira etapa do projeto, bem como a expansão do sistema, mediante demanda pública e de acordo com a viabilidade econômica.  

Como em outros lugares do Brasil e do exterior que já oferecem o compartilhamento desse tipo de veículo, os usuários precisarão efetuar um cadastro de acesso ao sistema (que poderá ser feito de forma presencial ou pela web e pelo qual será cobrado taxa de adesão) e optar por um plano de tarifas, conforme a preferência da periodicidade de uso.

Mas a tarifa será gratuita no caso de “viagem” de até 40 minutos, que poderá ser repetida, novamente sem custo, após um intervalo de 20 minutos sem utilização da bicicleta pública, quantas vezes por dia o usuário desejar.

Etapas

O projeto prevê, num primeiro momento, a implantação, ao todo, de 85 estações, 850 bicicletas e 1.190 suportes, sendo que, em cada estação, serão colocadas 10 bicicletas e 14 suportes para “estacionamentos” dos veículos. Além disso, haverá um serviço de redistribuição de bicicletas para que não haja acúmulo em determinadas estações, e carência em outras, principalmente após horários de “pico”.

Na primeira etapa, três áreas da cidade serão contempladas com o Floribike: a região central, a Bacia do Itacorubi (abrangendo os bairros do Itacorubi, Santa Mônica e Trindade) e Coqueiros. Isto, em razão da infraestrutura parcial de ciclovias de que dispõem, da baixa velocidade de trânsito permitida nestas regiões, e por tratarem-se de “pólos geradores de viagens” tendo em vista o fluxo de estudantes universitários, por exemplo.

Nesta fase piloto, serão 30 estações totalizando 300 bicicletas e 420 suportes. Já para a segunda etapa, estão previstas 22 estações, 220 bicicletas e 308 suportes; na terceira etapa, 20 estações, 200 bicicletas e 280 suportes, e na quarta etapa, 13 estações, 130 bicicletas e 182 suportes.

O Floribike será gerenciado pela Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana.

Fonte do texto: PMF

Autor: SEC - Comunicação
Clima
Ondas

Bela Floripa © 2013 - Todos os direitos reservados